Cuidar e valorizar os PSFs: R$ 733 mil em investimento

As unidades do Programa Saúde da Família foram contempladas com um recurso recorde de R$ 733.380,00. A verba federal será utilizada para informatização plena do programa e também para aquisição de novos itens hospitalares. O recurso é mais uma prova de dedicação do deputado Miguel Lombardi em favor do fortalecimento do serviço de saúde de Limeira.

Após intensa gestão o deputado conseguiu aprovar o plano de fortalecimento do programa no Ministério da Saúde. O aporte inicial de R$ 168.340,00 será utilizado para equipar 14 PSF’s com itens essenciais para o atendimento no dia a dia. Entre os equipamentos que serão adquiridos estão:

1) auscultador
2) desfibrilador externo
3) reanimador pulmonar pediátrico
4) laringoscópio

No total são 193 novos itens que equiparão os PSF’s que carecem de materiais diversos já que são compostos por equipes multiprofissionais que atendem um número limitado de famílias. As equipes atuam com ações de promoção da saúde, prevenção, recuperação, reabilitação de doenças e na manutenção da saúde da comunidade.

INFORMATIZAÇÃO
A defasagem tecnológica das unidades era uma preocupação do deputado Miguel. Por este motivo ele resolveu alocar a maior parte do recurso para garantir a informatização 100% dos PSF’s. Ou seja, os 28 existentes receberão novos e mais potentes computadores. A Secretaria de Saúde relacionou um total de 582 itens de informática que serão adquiridos com a verba. O investimento para esta melhoria atinge R$ 565 mil. Um volume inédito. “Começamos essa transformação na saúde da nossa cidade. É um fato e o recurso já está no caixa da prefeitura. Uma mudança para melhorar está em curso no serviço de saúde do município. Vamos melhorar a estrutura e este trabalho segue em frente”, comentou.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

© 2016 -  Deputado Miguel Lombardi. Todos os direitos reservados.

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?